Mercado Imobiliário

A ciclofaixa altera as vendas de imóveis?

Ainda é cedo para cravar a afirmação de que a ciclofaixa prejudica ou ajuda na venda de imóveis. Na opinião de Silvio Gonçalves, vice-presidente da Rede Secovi de Imóveis, isso ainda é muito relativo. “Nossa cultura não está preparada para a ciclofaixa, mas isso está mudando. O que percebemos é que, em um primeiro momento, há um impacto negativo, pois ela reduz as vagas de estacionamento, por exemplo”, avalia.

ciclofaixa-saopaulo-bicicleta-pessoas
Ciclofaixa Av. Paulista (Foto: Divulgação/Reprodução Internet)

Mas, segundo Gonçalves, isso não chega a prejudicar as vendas. “Essa questão já foi muito discutida, mas acredito que neste momento está zero a zero, ou seja, nem prejudica nem ajuda”, analisa.

Gonçalves acredita que isso pode ser usado como um atrativo de venda para o imóvel. “No futuro, creio que será um diferencial se passar uma ciclofaixa próxima ao imóvel. Essa é uma tendência mundial e, aos poucos, a sociedade vai aceitá-la. Tudo indica que haverá até valorização para esses imóveis.”

O fato é que, aos poucos, essas medidas que, no primeiro momento, não são tão bem-vistas, depois são incorporadas ao cotidiano. “Foi assim com o cinto de segurança e hoje todo mundo usa”, compara.

“Acredito que pessoas mais velhas tendem a se incomodar mais com essa medida, mas os mais novos gostam. Acho que o tempo é que vai dizer. Nesse momento, ainda há muitas queixas, mas as pessoas não deixam de vender seus imóveis por causa disso. No mundo inteiro, quanto mais desenvolvido o país, mais as pessoas usam esse tipo de transporte”, conclui.

Escreva um comentário