Mercado Imobiliário

Aprenda a fotografar apartamento vazio

Na hora de fotografar, é mais fácil ser criativo em um apartamento bem organizado, com muitas possibilidades de composições. Já um ambiente vazio demanda uma atenção um pouco maior do fotógrafo. A primeira coisa a fazer é observar o melhor horário do sol no imóvel e procurar fazer fotos priorizando a iluminação natural, explica Guilherme Marcato, do Estúdio São Paulo, especializado em fotografias imobiliárias e de arquitetura e interiores.

“A limpeza do imóvel deve estar impecável, já que a ausência de objetos pode atrair o olhar do potencial comprador para uma sujeira no chão ou na parede. Quanto a maior a quantidade de móveis e objetos na foto, mais distração ela trará, por isso aproveite essa ausência de móveis e objetos para valorizar os bons acabamentos, explorar diversos ângulos e transmitir a sensação de espaço”, diz Marcato.

É importante prestar atenção nas características que mais o valorizam o imóvel e usar elementos que sirvam como referência nos espaços (Foto: Shutterstock)
É importante prestar atenção nas características que mais o valorizam o imóvel e usar elementos que sirvam como referência nos espaços (Foto: Shutterstock)

+ Faça seu cadastro no ZAP Pro e receba as novidades!

+ Assista todos os vídeos

Para fotógrafo especializado em arquitetura e interiores Claus Weihermann, diretor da ARQ360, empresa dedicada à criação de tour virtual, o importante é se atentar aos atrativos do imóvel, às características que mais o valorizam. Para ele, é interessante adicionar às imagens janelas e portas para dar uma noção do espaço.

“Iluminação é essencial, dando vida para o ambiente. Existem muitos imóveis excelentes à venda, mas por causa de fotografias escuras acabam perdendo seu atrativos nos sites de busca. Uma iluminação adequada na fotografia é aquela que equilibra as partes mais claras e escuras de um ambiente”, detalha.

Marcato acredita que fotos com celular fiquem longe do ideal, mesmo com os de última geração. “A impossibilidade de ter uma lente grande angular e conseguir registrar ambientes pequenos com maior facilidade é uma questão. E a foto de celular não tem resolução suficiente para um bom anúncio em sites especializados ou até mesmo um anúncio impresso”.

Weihermann acrescenta que, além de não conseguir pegar o ambiente todo, o celular tem uma limitação de flash, o que pode prejudicar em determinados ambientes.

Detalhes e locais apertados

A diretora da Dicastanha Fotografia, Diana Hattum Trebitz, ressalta que se a pessoa não tem uma lente grande angular de baixa distorção, deve se posicionar do lado de fora do cômodo, quando ele for muito pequeno, se baseando nos batentes das portas.

“O indicado é posicionar a câmera ou celular próximo a esses objetos, mas que os mesmos não apareçam no quadro. Para fotografar janelas, abra o vidro e posicione de maneira que pegue o horizonte, assim como é interessante fotografar entre as telas (no caso de janelas teladas), pois elas poluem a foto”, opina ela.

(Foto: Shutterstock)
Ambientes vazios (Foto: Shutterstock)

Para Diego Ramos, diretor da empresa Fotografia Imobiliária e tido como referência nacional sobre o assunto, uma ótima lente grande angular é fundamental. Com 10mm, 11mm ou 12mm proporcionará um resultado melhor.

“Os melhores ângulos sempre serão os que mostram mais informações do imóvel. Vale lembrar que anúncios com 40, 50, 60 fotos não são bem recebidos pelos futuros clientes. Mostre o melhor do imóvel, com imagens que comuniquem ao máximo, para, de uma forma rápida, atrair o desejo pelo contato com você, corretor“.

+ Aprenda a fotografar imóveis com seu smartphone

+ Veja dicas de como não errar na fotografia imobiliária

+ Gostou das dicas? Aproveite e deixe seu comentário!

+ Veja dicas de como não errar na fotografia imobiliária

+ Você sabe como fazer vídeos para anunciar o imóvel?

+ Aprenda a fotografar imóveis com seu smartphone

+ Veja dicas de como não errar na fotografia imobiliária

 

Escreva um comentário