Mercado Imobiliário

Aprenda a usar o gerúndio na hora da venda

Especialista: Gramática

Pode parecer clichê falar em gerundismo, mas quando ouvimos: “Vou estar te transferindo…”, logo associamos este vício de fala, aos insistentes e mal preparados vendedores e atendentes de telemarketing. Portanto, caro corretor, se é desagradável por telefone, imagina ao vivo.

Corretor apresenta imóveis a compradores (Foto: Shutterstock)
Corretor apresenta imóveis a compradores (Foto: Shutterstock)

 

Este vício veio de manuais de venda oriundo dos EUA e que foram traduzidos “literalmente” para o Português, sem levar em consideração as diferenças linguísticas que especificam o ato simultâneo ou corrente de fala que existe em nossa língua.

Segundo a regra da língua portuguesa, não devemos usar gerúndio para reforçar o conceito de progressividade no futuro.

Confira:

(Erro)

“Vou estar apresentando um belo apartamento.”

(Acerto)

“Apresentarei (ou ‘Vou apresentar’) um belo apartamento.”

O cuidado no uso não significa excluir o gerúndio, mas saber usá-lo é o primeiro cartão de visitas para a confiabilidade do comprador.

Veja exemplos corretos:

Explicativo: Percebendo que o cliente era rico, mostrou casas caras.
Durativo: Ficou ligando o dia todo para a imobiliária.
Temporal: Ouvi o patrão me elogiando.
Modal: Ligou contando da venda milionária.
Após o verbo principal: Vendendo, conquistou seu lugar ao sol.

Escreva um comentário