Mercado Imobiliário

A boa localização e estrutura do bairro Pinheiros, em São Paulo, atraem compradores

(Foto: Divulgação/SkyscraperCity)
Vista aérea do bairro de Pinheiros (Foto: Divulgação/SkyscraperCity)

Em 2014, a Inteligência de Mercado da Lopes realizou uma pesquisa que revelou que a localização é o maior fator de decisão de compra de um imóvel em São Paulo. E na zona oeste da cidade está uma das poucas regiões que agradam a todas as pessoas que buscam sua casa nova: o bairro de Pinheiros.

A área, considerada nobre, é uma das mais bem estruturadas da capital dos paulistanos. E os “vizinhos” colaboram muito para isso: Vila Madalena, Alto de Pinheiros, Jardins e outros distritos ajudam a fazer de Pinheiros um dos locais mais desejados da cidade, com fácil acesso a algumas das mais importantes vias de São Paulo, como as Avenidas Paulista, Rebouças, Eusébio Matoso, Nações Unidas, Brigadeiro Faria Lima, Brasil, Dr. Arnaldo, Sumaré, Pedroso de Moraes e as Ruas como a Henrique Schaumann e Heitor Penteado, além, claro, da Marginal Pinheiros.

A estrutura incomparável de Pinheiros ainda é completada pelas estações de Metrô Pinheiros, Faria Lima e Fradique Coutinho; e da CPTM Pinheiros e Hebraica-Rebouças. Isso sem contar as diversas linhas de ônibus que circulam pelas vias do bairro.

O comprador é atraído apenas por isso então? 25% dos entrevistados disseram que a área de lazer também é de grande importância na hora de escolher sua casa ou apartamento novo. E Pinheiros merece destaque aqui também. O bairro tem com grandes centros comerciais e de lazer, como os shoppings Eldorado e Iguatemi, além da Rua Oscar Freire, reduto do luxo. Quem gosta de praticar esporte encontra o tradicional Clube Pinheiros e o Clube A Hebraica, assim como a Praça Pôr do Sol, Panamericana, Victor Civita e o Parque Villa-Lobos, que garantem espaços completos para o exercício físico, cheios de áreas verdes.

Outra forte marca de Pinheiros é a história. Nascido com a colonização portuguesa, o bairro foi uma aldeia indígena até meados do século 19. A industrialização só chegou quando os bondes que ligavam a região ao centro foram instalados e o Mercado Municipal de Pinheiros foi inaugurado. Para completar, no século 20, o bairro passou a ter serviços de água encanada, ruas iluminadas e pavimentadas.

Diante de toda essa perspectiva, fica claro por que o bairro de Pinheiros é tão amado pelos paulistanos e tão procurado por potenciais compradores e incorporadoras. Infraestrutura e boa localização você encontra de monte na região!

Escreva um comentário