Mercado Imobiliário

Brasileiros acreditam que os preços de imóveis devem cair nos próximos 12 meses, diz FipeZAP

O Raio-X FipeZAP do 2º trimestre deste ano aponta que 58% dos brasileiros que pretendem comprar imóveis nos próximos três meses acreditam que as casas e apartamentos vão ficar mais baratos dentro de um ano.

Quase 60% das pessoas que compraram imóveis no último ano e meio tiveram desconto (Foto: Shutterstock)
Quase 60% das pessoas que compraram imóveis no último ano tiveram desconto (Foto: Shutterstock)

São praticamente seis em cada dez brasileiros que creem na queda dos preços no intervalo de um ano. Por outro lado, 16% acreditam que os imóveis vão ficar mais caros dentro de um ano e 26% consideram que as moradias ficarão com o mesmo preço que estão no mesmo período. A pesquisa ouviu 1.871 pessoas entre os dias 6 e 27 de julho.

Sobre o comportamento dos preços num espaço de tempo maior, para os próximos dez anos, a maior parte dos brasileiros que tem a intenção de adquirir um imóvel acredita que os preços vão subir conforme a inflação — 43% dos entrevistados.

Outros 34% disseram que as residências vão subir “acima ou muito acima” da inflação. Já os 23% acham que as casas vão subir “abaixo ou muito abaixo” da inflação.

A pesquisa também levantou a quantidade de pessoas que pretendem comprar imóveis nos próximos três meses, e o número recuou para 43% no segundo trimestre de 2015. Trata-se do menor nível da história.

Desconto

As pessoas que compraram imóveis nos últimos 12 meses conseguiram, em média, um desconto de 7,6% no valor total do imóvel, segundo o FipeZAP.

Esse é o maior abatimento no valor da casa própria registrado pelo indicador desde dezembro de 2013, quando se iniciou a série histórica.

Por outro lado, a pesquisa mostrou também que 26% dos brasileiros que compraram imóveis no último ano não conseguiram nenhum desconto quando fecharam o negócio.

imagem3 imagem1 imagem2

Escreva um comentário