Mercado Imobiliário

Conheça os benefícios do escritório virtual para corretores autônomos

Sala virtual tem grande apelo pelos corretores de imóveis (Foto: Shutterstock)
Salas virtuais tem grande apelo pelos corretores de imóveis (Foto: Shutterstock)

A rotina do corretor de imóveis o obriga a se deslocar várias vezes ao dia. Afinal, os interessados nos imóveis podem estar em qualquer lugar. O difícil é conversar com eles em pé, na rua, ou dar detalhes do empreendimento numa padaria ou num bar, por exemplo. Uma solução que pode trazer mais conforto são os escritórios virtuais. As salas são oferecidas por vários preços e os espaços e podem ser alugados com todo o suporte de um escritório tradicional.

O corretor de imóveis é um dos principais clientes da Regus, empresa especializada em espaço de trabalho flexível. Os profissionais podem usar desde uma sala de reunião por uma hora até ter um espaço só dele, fixo, com toda a infraestrutura – desde secretária, copeira, serviço de limpeza e atendimento telefônico personalizado até videoconferência, sem que o corretor tenha vínculo ”formal” com o endereço.

“Os valores começam com R$ 59 pela hora de uma pequena sala de reunião e vão até R$ 250 pagos por uma sala de reunião para dez pessoas. São várias as opções de serviços oferecidos para quem quer ter um espaço virtual. Além de os custos serem bem menores, os clientes podem até mesmo ter um cartão de visita com o endereço do local”, diz o diretor da Regus do Brasil, Otávio Cavalcanti.

Segundo ele os espaços virtuais reúnem profissionais de várias áreas – o que significa, para o corretor de imóveis, ter acesso a potenciais clientes. “O corretor se encontra com um advogado, por exemplo, que também está alugando um espaço. E acaba vendendo um imóvel para ele. Isso é parceria de negócios”. Só em São Paulo, a Regus oferece soluções em 21 pontos. Entre eles estão as avenidas Paulista, Faria Lima e Nações Unidas.

Escreva um comentário