Mercado Imobiliário

Fotógrafos dão dicas para o corretor tirar boas fotos do imóvel

Segundo o fotógrafo Richard Luiz, primeiramente você precisar ter alguns itens essenciais. Ele recomenda uma câmera com uma lente grande angular, um flash e um tripé. “Apesar da importância do uso do flash, é válido tirar uma foto com a luz natural real, para que quem estiver vendo a imagem consiga visualizar a real entrada de luz natural no imóvel”, alerta.

(Foto: Shutterstock)
O ideal é fazer fotos de diferentes ângulos (Foto: Shutterstock)

O ideal é que o imóvel seja fotografado de diferentes ângulos para registrar cada detalhe.

“O bom enquadramento é essencial, a visão e a perspectiva precisam estar bem alinhadas para evitar linhas convergentes, que causam deformações na perspectiva. O ideal é que se tome uma boa distância do imóvel a ser fotografado para obter um resultado melhor”, ensina.

Luiz recomenda que a foto seja feita na mesma altura do olhar de quem está vendo o imóvel, seja internamente ou externamente. “A boa fotometria (medição da luz) é essencial. Cada ajuste precisa ter seu propósito, seja captar a textura, o acabamento, o tamanho ou detalhes mais específicos.”

Para Luiz, a composição da foto é muito importante, pois você está expondo, por meio de fotos, um imóvel à venda, portanto é valido se perguntar, ao olhar para a foto que tirou, o que você sente ao vê-la? Ela lhe desperta a vontade de morar nele, de comprá-lo?

 

enquadramente
É recomendável fazer fotos na mesma altura do olhar de quem está vendo o imóvel

Na fotografia de interior, por exemplo, é válido até mesmo organizar o local a fim de demonstrar um ambiente clean e pronto para se viver. “O minimalismo faz toda a diferença, principalmente ao fotografar um ambiente que já foi habitado, como uma sala de jantar. Nesse caso, confira se a mesa está com cadeiras alinhadas, se o ambiente está limpo e se não há interferências ou poluição visual”, explica.

Em um quarto com camas, veja se elas estão bem forradas. Se precisar, estique os lençóis e alinhe os travesseiros. Em um banheiro, tire o cesto de lixo ou a toalha usada, que está pendurada, e assim por diante.

O fotógrafo Tiago Silva também dá algumas dicas para que o corretor obtenha bons resultados ao fazer as fotos. “Quando estamos fotografando imóveis devemos ficar atentos a alguns detalhes, como o ângulo de que se tira a foto e a luz que está no ambiente”, explica. É importante que o ambiente não fique escuro e nem claro demais e que o ângulo escolhido mostre bem o ambiente fotografado.

Falta de iluminação
Evite fotos escuras, sem a iluminação adequada, e com sombras

Tiago afirma que não devemos ter medo de tirar fotos verticais, pois alguns ambientes necessitam de fotos com a máquina em pé.

“Evite bater a foto muito de frente para a janela de qualquer cômodo, pois, dependendo do ângulo, isso pode fazer com que a foto fique muito escura”, adverte.

Para Tiago, o ideal é procurar pontos em que se tenha amplitude e seja possível mostrar bem o local. “É melhor fazer várias fotos do mesmo lugar, que dê noção de como o ambiente realmente é, do que tirar uma única foto que corte partes importantes do imóvel.”

2 Comentários

Escreva um comentário