Mercado Imobiliário

Home Staging torna a venda de imóveis mais rápida

Home staging é uma técnica bastante usada nos Estados Unidos para tornar uma casa mais atraente para a venda. O objetivo, além de aumentar a valorização do imóvel, é tornar a venda mais rápida.

Nos EUA, 80% das casas são preparadas para a venda (Foto: Shuttestock)
Nos EUA, 80% das casas são preparadas para a venda (Foto: Shuttestock)

Segundo Wanderley Revert, proprietário da empresa Revert Realce Imolibiário, nos Estados Unidos essa técnica já existe há mais de 30 anos, mas aqui no Brasil ainda é nova. “Comecei aqui há três anos e era muito difícil. Hoje já está sendo mais aceito. Trata-se de embelezar a casa. A pessoa vai até o imóvel, vê os pontos positivos e negativos e ressalta os pontos positivos”, diz.

Durante a arrumação, a empresa que faz home staging coloca móveis nos ambientes caso o imóvel esteja vazio para que a casa fique decorada. “Nos Estados Unidos, 80% das casas são preparadas para a venda. Aqui, quando a pessoa vai vender um carro, ela troca pneu, faz higienização, enfim, prepara o carro para venda. No entanto, quando vai vender um imóvel que é um bem de maior valor agregado, simplesmente coloca uma placa na frente do imóvel e pronto. Não há preparação para essa venda”, avalia.

Revert, que trabalha com esse método há mais de dez anos na Califórnia (EUA), comenta que uma pesquisa feita nos Estados Unidos mostra que a pessoa gosta ou não do imóvel nos primeiros 30 segundos. “Se gosta, vai em busca de pontos que o fazem gostar do imóvel. E se não gosta, vai atrás dos pontos negativos. Se não gosta, não vai ficar mais de 10 minutos dentro do imóvel”, revela.

O empresário cita o que é preciso para tornar o imóvel aconchegante para essa venda: “No dormitório, por exemplo, o potencial comprador tem que sentir vontade de dormir naquele quarto. Tem que ser um quarto de hotel de luxo, com cama bem forrada, aconchegante”, explica.

Muitas vezes, o imóvel está fechado e sem móveis, com todas as paredes brancas. “Um imóvel vazio, todo branco, dá a sensação de que a pessoa está numa bolha e não há ponto de referência para quem está visitando. Não é possível saber o tamanho correto dos cômodos ou se cabe ou não uma cama no quarto, por exemplo”.

Durante o trabalho de home staging, as paredes são pintadas, são colocados móveis e o ambiente fica todo preparado para a venda, pois quando você vai vender uma casa, ela se torna um produto como outro qualquer e deve ser preparada para agradar o cliente. Agora com o mercado imobiliário mais difícil, é primordial que o imóvel esteja em boas condições e preparado para ser vendido.

“Outro ponto que também fazemos são fotos profissionais. Hoje, 80% dos clientes fazem o primeiro contato com o imóvel pela internet. Mas muitas vezes vemos fotos de imóveis feitas em celular, com pia cheia de louça no escorredor ou com a tampa do vaso sanitário aberta. Isso não é bom. Sem contar que não são fotos com boa resolução ou bem-feitas, o que pode até afastar o comprador”, adverte.

O investimento para esse tipo de serviço varia entre 5% e 10% do valor do imóvel. Mas a compensação vem com a agilidade na venda.

Escreva um comentário