Mercado Imobiliário

Locação de imóveis tem melhor mês no ano com crescimento de 13,09%

A locação de imóveis residenciais cresceu 13,09% em maio na cidade de São Paulo em relação a abril, no melhor resultado até agora neste ano. Os números apurados pelo Conselho Regional de Corretores de Imóveis do Estado de São Paulo (Creci-SP) em 340 imobiliárias mostram que o crescimento foi puxado pelas casas e apartamentos com aluguel mensal de até R$ 1.400, os quais representaram 50,61% dos imóveis alugados.

crescimento foi puxado pelas casas e apartamentos com aluguel mensal de até R$ 1.400 (Foto: Shutterstock)
Crescimento foi puxado pelas casas e apartamentos com aluguel mensal de até R$ 1.400 (Foto: Shutterstock)

Janeiro e fevereiro haviam registrado crescimento no número de locações (10,29% e 4,73%, respectivamente), mas em março o movimento ficara negativo em 18,84%. Em abril houve novo recuo, mas atenuado para 0,2%. Com o crescimento de 13,09% em maio, o acumulado de novas locações no ano está positivo em 9,07%.

“É um resultado muito bom, mas não dá para dizer ainda que seja mais do que um movimento natural do mercado”, avalia José Augusto Viana Neto, presidente do Creci-SP. Ele esclarece que tanto o mercado de locação residencial quanto o de venda de imóveis usados se caracterizam por flutuações mensais, “num movimento de gangorra que se alterna devido às características intrínsecas a esses dois mercados”.

“Não se compra ou se aluga um imóvel da mesma forma que se compra uma geladeira ou um carro”, afirma Viana Neto. “São processos de decisão mais lentos, mais pensados, que reclamam maturação e que, represados nessa fase, de repente deslancham num fluxo de negócios que impacta as estatísticas de um mês para outro”, explica.

Escreva um comentário