Mercado Imobiliário

Imobiliária do futuro 100% online

Eles acreditam que é mais inteligente não ter lojas físicas. Em vez de gastar dinheiro mantendo escritórios caros em ruas movimentadas, os criadores da imobiliária Quinto Andar centralizaram suas operações, criaram uma rede de parceiros locais nas cidades onde atuam e investiram muito em tecnologia. A maior parte do negócio é feita como imobiliária online.

(Foto: Divulgação)
Gabriel Braga (à esquerda) e o sócio da Imobiliária Quinto Andar André Penha (Foto: Divulgação)

A imobiliária Quinto Andar foi criada em 2012 partindo de uma motivação genuína em resolver um problema. “Aluguel é algo importante para muita gente, tanto inquilinos quanto proprietários. Nós vivemos as frustrações de ambos os lados e decidimos, a partir de uma folha em branco, criar algo que resolvesse os problemas. Queríamos atender como gostaríamos de ser atendidos”, explica Gabriel Braga, diretor-executivo empresa.

Segundo ele, isso os torna mais eficientes e lhes permite investir no que realmente importa para os clientes: mais transparência, menos visitas, mais agilidade. “Enfim, do jeito que nós mesmos gostaríamos de alugar”, diz.

Mas é claro que a grande maioria das pessoas não vai alugar um apartamento sem visitá-lo antes. Então sempre vai existir algum componente off-line. “Mas nós acreditamos que ir até a imobiliária é coisa do passado.”

Braga garante que a empresa é a única que funciona em um modelo self-service: eles oferecem fotógrafos profissionais gratuitamente para que possam ter anúncios completos e transparentes. Assim, o próprio cliente pode pesquisar o portfólio de imóveis de onde estiver sem depender de ninguém para atendê-lo. Se gostar de um imóvel, basta adicioná-lo ao seu carrinho de visitas e agendar a visita totalmente online, sem pegar no telefone. “Somos a única empresa do mundo que oferece isso”, afirma.

Braga conta que, em geral, os corretores não gostam de trabalhar com aluguel porque dá muito trabalho e pouco dinheiro. Na Quinto Andar é diferente: em vez de fazer de A-Z, o corretor concentra-se no que faz melhor: atender os clientes. “O corretor não perde tempo em plantões, não fica procurando imóveis para clientes pouco interessados, não tira fotos, não corre atrás de documentos, não se preocupa com análise de crédito, nem contratos, nem vistorias. Eles fazem o que mais gostam, com mais qualidade e ganham mais dinheiro”, enfatiza.

Se o cliente visitar o imóvel e gostar, faz uma proposta online. “Nós encaminhamos essa proposta para o proprietário por meio de um sistema que facilita a negociação das condições comerciais. Definidos os termos, ele envia os documentos online. Se estiver tudo certinho e aprovado, nós elaboramos um contrato e enviamos um mensageiro para coletar as assinaturas do inquilino e do proprietário”, detalha.

(Foto: Shutterstock)
Experiência através da internet será cada vez mais importante para o sucesso (Foto: Shutterstock)

Para Braga, as garantias locatícias estão entre as maiores inconveniências do processo de locação. “Nós subsidiamos o seguro-fiança para que o proprietário tenha a melhor garantia ao mesmo tempo em que o inquilino tenha algo mais conveniente e acessível. E tudo é feito online: negociação, envio de DOCs etc.

“Os clientes de hoje já fazem de tudo pela internet e cada vez mais pelo celular. Oferecer uma experiência redondinha através do celular será cada vez mais determinante para o sucesso. Ser virtual nos dá mais flexibilidade para investir nessas coisas que importam cada vez mais. A cada dia as pessoas usam menos o telefone (para conversar). Os clientes não querem mais ligar para a imobiliária nem querem que os corretores fiquem ligando para eles. Para usar o telefone, é preciso que o corretor e o cliente estejam disponíveis naquele mesmo minuto. Isso é cada vez mais complicado na correria de hoje. Por isso a possibilidade de agendar visitas online, via PC ou celular, é tão sensacional”, defende.

Segundo Braga, os resultados têm sido bem animadores. “No início, a maioria das pessoas nos achava malucos. Hoje já começam a nos considerar revolucionários. Acredito que, em alguns anos, será óbvio para quase todo mundo. Temos crescido bastante. Por enquanto não divulgamos estes dados, mas provavelmente somos uma das imobiliárias que mais crescem no Brasil”, comemora.Eles acreditam que é mais inteligente não ter lojas físicas. Em vez de gastar dinheiro mantendo escritórios caros em ruas movimentadas, os criadores da imobiliária Quinto Andar centralizaram suas operações, criaram uma rede de parceiros locais nas cidades onde atuam e investiram muito em tecnologia. A maior parte do negócio é feita como imobiliária online.

(Foto: Divulgação)
Gabriel Braga (à esquerda) e o sócio da Imobiliária Quinto Andar André Penha (Foto: Divulgação)

A imobiliária Quinto Andar foi criada em 2012 partindo de uma motivação genuína em resolver um problema. “Aluguel é algo importante para muita gente, tanto inquilinos quanto proprietários. Nós vivemos as frustrações de ambos os lados e decidimos, a partir de uma folha em branco, criar algo que resolvesse os problemas. Queríamos atender como gostaríamos de ser atendidos”, explica Gabriel Braga, diretor-executivo empresa.

Segundo ele, isso os torna mais eficientes e lhes permite investir no que realmente importa para os clientes: mais transparência, menos visitas, mais agilidade. “Enfim, do jeito que nós mesmos gostaríamos de alugar”, diz.

Mas é claro que a grande maioria das pessoas não vai alugar um apartamento sem visitá-lo antes. Então sempre vai existir algum componente off-line. “Mas nós acreditamos que ir até a imobiliária é coisa do passado.”

Braga garante que a empresa é a única que funciona em um modelo self-service: eles oferecem fotógrafos profissionais gratuitamente para que possam ter anúncios completos e transparentes. Assim, o próprio cliente pode pesquisar o portfólio de imóveis de onde estiver sem depender de ninguém para atendê-lo. Se gostar de um imóvel, basta adicioná-lo ao seu carrinho de visitas e agendar a visita totalmente online, sem pegar no telefone. “Somos a única empresa do mundo que oferece isso”, afirma.

Braga conta que, em geral, os corretores não gostam de trabalhar com aluguel porque dá muito trabalho e pouco dinheiro. Na Quinto Andar é diferente: em vez de fazer de A-Z, o corretor concentra-se no que faz melhor: atender os clientes. “O corretor não perde tempo em plantões, não fica procurando imóveis para clientes pouco interessados, não tira fotos, não corre atrás de documentos, não se preocupa com análise de crédito, nem contratos, nem vistorias. Eles fazem o que mais gostam, com mais qualidade e ganham mais dinheiro”, enfatiza.

Se o cliente visitar o imóvel e gostar, faz uma proposta online. “Nós encaminhamos essa proposta para o proprietário por meio de um sistema que facilita a negociação das condições comerciais. Definidos os termos, ele envia os documentos online. Se estiver tudo certinho e aprovado, nós elaboramos um contrato e enviamos um mensageiro para coletar as assinaturas do inquilino e do proprietário”, detalha.

(Foto: Shutterstock)
Experiência através da internet será cada vez mais importante para o sucesso (Foto: Shutterstock)

Para Braga, as garantias locatícias estão entre as maiores inconveniências do processo de locação. “Nós subsidiamos o seguro-fiança para que o proprietário tenha a melhor garantia ao mesmo tempo em que o inquilino tenha algo mais conveniente e acessível. E tudo é feito online: negociação, envio de DOCs etc.

“Os clientes de hoje já fazem de tudo pela internet e cada vez mais pelo celular. Oferecer uma experiência redondinha através do celular será cada vez mais determinante para o sucesso. Ser virtual nos dá mais flexibilidade para investir nessas coisas que importam cada vez mais. A cada dia as pessoas usam menos o telefone (para conversar). Os clientes não querem mais ligar para a imobiliária nem querem que os corretores fiquem ligando para eles. Para usar o telefone, é preciso que o corretor e o cliente estejam disponíveis naquele mesmo minuto. Isso é cada vez mais complicado na correria de hoje. Por isso a possibilidade de agendar visitas online, via PC ou celular, é tão sensacional”, defende.

Segundo Braga, os resultados têm sido bem animadores. “No início, a maioria das pessoas nos achava malucos. Hoje já começam a nos considerar revolucionários. Acredito que, em alguns anos, será óbvio para quase todo mundo. Temos crescido bastante. Por enquanto não divulgamos estes dados, mas provavelmente somos uma das imobiliárias que mais crescem no Brasil”, comemora.

Escreva um comentário