Mercado Imobiliário

O corretor pode ser avaliador de imóveis?

corretor avaliador de imóveis
O principal ponto é que o corretor precisa estar preparado para realizar a avaliação de um imóvel (Foto: shutterstock)

Quem responde essa questão é o corretor de imóveis Roberto Nicastro Capuano, que atua desde 1993 no mercado imobiliário comercializando e avaliando imóveis comerciais, industriais, residenciais, rurais e de lazer. Segundo ele, a avaliação de mercado faz parte da atribuição do corretor.

“Avaliamos três itens: valor do terreno, da aérea construída e valor comercial. O valor comercial pode defasar em relação às demais e um exemplo disso é uma construção no meio da favela. Pode valer uma fortuna, mas ninguém compra. Assim como um sobradinho no Jardim Europa”, exemplifica.

Um ponto importante é que o corretor precisa estar preparado para fazer avaliações. Capuano lembra que o Creci tem um curso de qualificação profissional para avaliação de imóveis. “Mas acredito que a avaliação é uma questão de amassar barro. Aqui em São Paulo, se tomamos como exemplo a Rua Bela Cintra, um imóvel perto da Rua Estados Unidos tem um valor e outro, no mesmo padrão, nas proximidades da Rua da Consolação tem valor diferente. Além dos padrões técnicos, existe a influência do entorno e dos preços da região”, comenta.

O cliente pode optar por avaliadores independentes, mas é preciso atenção antes de contratar um profissional. “É bom ter certeza de que é um profissional qualificado, pois uma avaliação mal feita pode ser muito prejudicial na hora de fazer negócio. Uma alternativa é chamar três ou quatro imobiliárias para fazer a avaliação e considerar a média de preços. Sempre é interessante pedir para que o profissional explique os motivos de sua avaliação e como chegou àquele valor”, alerta.

Escreva um comentário