Mercado Imobiliário

Preço dos imóveis tem menor alta anual já registrada, mostra FipeZap

O preço médio dos imóveis terminou o ano de 2014 com alta de 6,7%, aponta o Índice FipeZap. Esta foi a menor alta anual registrada, cuja série histórica foi iniciada em 2010. No ano anterior, o aumento foi de 13,74%.

Preço dos imóveis se mantiveram praticamente estáveis no ano (Foto: Shutterstock)
Preço dos imóveis se mantiveram praticamente estáveis no ano (Foto: Shutterstock)

Mesmo com o aumento no valor médio, o preço dos imóveis se mantiveram praticamente estáveis no ano. Isso aconteceu porque a alta foi próxima a expectativa do Banco Central para o IPCA, de 6,4%. A alta em termos reais, portanto, foi de 0,3%.

Com relação à variação mensal, apenas quatro das 20 cidades pesquisadas registraram aumento acima da inflação esperada para o mês, de 0,75%. Foram elas Recife (1,5%), Vitória (0,8%), São Caetano do Sul (0,77%) e Goiânia (0,79%). A média para as 20 cidades foi de 0,33% de aumento em dezembro.

Segundo a Fipe, os dados apontam que, apesar da variação anual apontar estabilidade, os preços dos imóveis chegaram ao final do ano com aumento em ritmo menor do que os demais preços da economia – isto é, em queda real.

Mais caras

O Rio de Janeiro continua sendo a primeiro na lista das cidades com o metro quadrado mais caro, com R$ 10.893, seguida por São Paulo, com R$ 8.351. A terceira cidade no ranking é Brasília (R$ 8.143), que no entanto foi a única entre as 20 que apresentou recuo na variação anual de preços, com queda de 0,35%.

 

A maior alta anual aconteceu em Goiânia, com aumento de 12,72%, a R$ 4.056 por metro quadrado. Mesmo assim, a capital de Goiás é o município com o segundo menor preço da lista, atrás apenas da cidade mineira de Contagem, com R$ 3.386.

O levantamento indicou que a média das 20 cidades pesquisadas foi de R$ 7.537 por metro quadrado.

Grafico1 Tabela Grafico22

Escreva um comentário