Mercado Imobiliário

A rotina das corretoras de imóveis é cobiçada por demais profissionais

Flexibilidade de tempo que permite à mulher cuidar da família, da casa e ainda ter uma renda mensal. A rotina das corretoras de imóveis é cobiçada por profissionais de todas as áreas.  “Ser corretora permite que as mulheres tenham sucesso nos vários papéis que desempenham”, afirma a conselheira do Creci-SP (Conselho Regional dos Corretores de Imóveis), Rosangela Martinelli.

(Foto: Shutterstock)
(Foto: Shutterstock)

E as vantagens vão além: a remuneração dos corretores de imóveis acontece, na maioria das vezes, apenas por comissão. Por isso, homens e mulheres ganham o mesmo. “Este mercado é democrático. O percentual do trabalho – seja a venda ou a locação de imóvel – é pago a quem o fez”, diz Rosângela. Ela ressalta, porém, que a renda registra altos e baixos. Mas no acumulado do ano, o total é positivo. “Eu sou exemplo disso. Normalmente meu ganho anual é aproximadamente 20% maior do que o do meu marido”.

Preconceito

Elas representam 40% do total dos corretores de imóveis de São Paulo, enquanto que os homens, 60%. E os clientes ainda preferem ser atendidos por um homem quando o que está em questão é um imóvel comercial. Mas, quando o imóvel é residencial, as mulheres são mais ouvidas.  “Esta realidade está mudando, felizmente”.

Escreva um comentário