Mercado Imobiliário

Saiba os documentos necessários para comprar um imóvel

Comprar imóvel é um momento de alegria para o cliente e de trabalho para corretores e advogados. Quando o negócio vai ser fechado, surge a burocracia que precisa ser resolvida pelos profissionais especializados. A internet é uma grande aliada nesse processo, garantindo rapidez na obtenção dos documentos.

Comprador também precisa estar atento às exigências impostas para aquisição do bem (Foto: Shutterstock)

Segundo o diretor da imobiliária Juli Imóveis, de São Bernardo do Campo (SP), Sidnei Cirello, independentemente da maioria das certidões estarem disponíveis em sites, o auxílio do corretor é importante.

“Às vezes o cliente pensa que está tudo em ordem com a documentação, com o imóvel e aparece um problema, como a falta de alguma averbação (atualização de dados na matrícula do bem). Isso pode prejudicar futuramente, junto ao banco, a conclusão do negócio”, explica.

Cirello ressalta que o corretor está apto para assessorar as partes, orientando da melhor forma para um fechamento rápido e tranquilo. “Esse profissional é experiente, conhece os valores e oferece a segurança na transação”.

O advogado Ícaro Torquarto, da FCA Assessoria Jurídica, destaca que o processo de compra pode ser finalizado em, no máximo, 15 dias. Mas, caso a documentação esteja em dia, esse prazo pode ser reduzido a menos de uma semana.

Documentos para o comprador:

Cópias do RG e CPF; certidão de casamento (apresentar declaração de imposto de renda dos dois), nascimento (se solteiro) ou documentos que comprovem morte do companheiro (a) ou separação; cópia da escritura pública de pacto antenupcial, caso o casamento tenha se realizado depois de dezembro de 1977, com regime de comunhão total ou de separação de bens.

Se o FGTS for utilizado, cópias autenticadas das páginas da carteira de trabalho, onde constam a identificação do trabalhador e a contratação do empregado; extrato de cada conta do FGTS que será utilizada na operação, com os registros dos últimos dois anos; autorização para movimentação de conta vinculada junto ao FGTS, com o objetivo de adquirir a casa própria.

Declaração de que se trata da primeira aquisição de imóvel residencial financiado pelo Sistema Financeiro da Habitação (SFH), quando for o caso (na primeira aquisição o proponente terá direito a um desconto de 50% nas despesas cartorárias referentes ao registro do contrato).

+ Gostou das dicas? Aproveite e deixe seu comentário!

+ Faça seu cadastro no ZAP Pro e receba as novidades!

+ Veja o que você precisa saber para vender um imóvel

+ Confira 25 dicas sobre a carreira de corretor de imóveis

+ Conheça a história do corretor de imóveis

+ Veja o que você precisa saber para vender um imóvel

Escreva um comentário