Mercado Imobiliário

Conciliar maternidade com carreira de corretora requer esforço, mas compensa

Especialista: Carreira

Ao passar das décadas, as mulheres começaram a exercer funções que, antes, eram designadas aos homens – como CEOs de empresas ou, até mesmo, como presidente do país, como é o caso de Dilma, a primeira mulher a presidir o Brasil.

maternidade
Além de boas profissionais, as mães precisam estar presente em casa (Foto: Shutterstock)

Entretanto, as mulheres que desejam ser mães enfrentam uma dupla jornada: a de cuidar dos filhos e do lar, e, também, participar da renda familiar. Resumindo, maternidade e trabalho, trabalhar ou cuidar dos filhos? Conquistas como estas, muitas vezes, são acompanhadas por um sentimento de culpa por deixar os filhos, ainda bebês, aos cuidados de outras pessoas, para que possam trabalhar fora de casa. Mas, é preciso reconhecer que abrir mão do trabalho pode significar prejuízo financeiro e insatisfação pessoal. Assim como ser mãe, trabalhar e ganhar o próprio dinheiro faz parte dos sonhos de carreira da maioria das mulheres.

As mães precisam se recordar de que, além de boas profissionais, elas precisam ser presentes em casa, também. Claro, chegar cansada depois de um longo dia de trabalho é muito compreensivo, mas participar da vida de seus filhos também é essencial. Acompanhar os estudos deles, convida-los para jogar alguma coisa ou fazer algum passeio durante o fim de semana, são ótimas maneiras de tomar parte da vida de seus filhos, sem sufoca-los ou deixa-los muito soltos.

É preciso que as mulheres se lembrem de separar um tempo, alheio da vida profissional e maternal, para elas mesmas. Apesar de parecer uma missão impossível, é necessário lembrar-se, sempre, de guardar um tempo para fazer alguma atividade que lhe dê satisfação, sem que ela seja feita para os outros, mas em benefício próprio. Com a correria do dia a dia, faz bem cuidar de si mesma.

Escreva um comentário