Mercado Imobiliário

Saiba como explicar para o seu cliente o que é refinanciamento de imóveis

O corretor de imóveis precisa ser criativo e bem informado para sempre oferecer soluções ao cliente que precisa adquirir um imóvel. Por isso, o profissional deve ter na ponta da língua as informações sobre refinanciamento.

refinanciamento

Os financiamentos estão com custos cada vez maiores e com juros em patamares inacessíveis para grande parte da população brasileira. Com isso, o refinanciamento se torna uma solução para enfrentar a crise que preocupa o mercado imobiliário.

O refinanciamento é o empréstimo como garantia de imóvel, ou seja, é possível que uma pessoa use um imóvel para conseguir dinheiro e comprar outro bem.

“É um novo nicho que se abre para os corretores, que podem intermediar na procura de um novo agente financiador que pratique juros menores; quitando o débito, para conceder outro financiamento em condições mais benéficas para o adquirente”, afirma o advogado, Sylvio Capanema.

Para sempre se manter atualizado sobre o refinanciamento, o especialista diz que é preciso procurar informações junto ao órgão de classe, como o Creci (Conselho Regional de Corretores de Imóveis) e a Ademi (Associação de Dirigentes de Empresas do Mercado Imobiliário).

A vantagem do refinanciamento de imóveis é a obtenção de um novo financiamento, em condições mais acessíveis, que permitam preservar o contrato original. Porém, a resistência que as instituições financeiras apresentam para conceder um novo financiamento é uma dificuldade encontrada neste processo. “É bom ressaltar que, para quem tem imóveis locados, cuja renda é suficiente para o pagamento das prestações, não é tão interessante o refinanciamento. Para os bancos em geral, a concessão do refinanciamento depende das garantias oferecidas e das taxas de juros praticadas”, completa Capanema.

“O interessado no refinanciamento pode usar até mais de um imóvel para conseguir a aprovação – uma casa na praia, por exemplo. O refinanciamento no Brasil ainda tem muito a crescer”, detalha o advogado especialista em Direito Imobiliário e sócio do escritório Tubino Veloso, Vitale, Bicalho e Dias Advogados, Olivar Vitale.

+ Gostou das dicas? Aproveite e deixe seu comentário!

+ Faça seu cadastro no ZAP Pro e receba as novidades!

Escreva um comentário