Mercado Imobiliário

Vaga de garagem gera lucro e vira ótimo investimento

Hoje em dia, a falta de vagas nas ruas e os estacionamentos com preços altos impulsionaram o crescimento da procura por vagas de garagem nos grandes centros. Na opinião de Aparecido Viana, presidente da Viana Negócios Imobiliários, a tendência é que a demanda cresça a cada dia com o aumento do número de veículos.

(Foto: Shutterstock)
O custo para quem aluga é mais baixo e o risco para o proprietário da vaga é muito pequeno também (Foto: Shutterstock)

“Tendo em vista os raros lugares para estacionarmos nas ruas, o alto índice de roubos de carros, o preço dos estacionamentos, que pode passar dos R$ 40 a diária dependendo da região e até mesmo a grande rotatividade de carros nos grandes centros e bairros, alugar uma vaga de garagem tornou-se algo muito rápido e fácil”, analisa Viana.

 

Segundo ele, o custo para quem aluga é mais baixo e o risco para o proprietário da vaga é muito pequeno também, pois o usuário paga para utilizar a vaga e, caso não acerte o pagamento do mês, simplesmente não poderá acessar o espaço, que dificilmente ficará vago, já que a demanda é excessiva.

“Portanto, temos como atrativo todas as facilidades mencionadas acima para alugar uma vaga , além do baixo custo para investimento e manutenção do espaço”, resume Viana.

Rubens Elias Filho, sócio de NELM Advogados, afirma que as vagas autônomas de estacionamentos voltaram a ser incentivadas em muitos empreendimentos com bolsões de estacionamentos, assim como a compra de vagas extras nos prédios.

“Trata-se de um bom investimento, já que a Lei do Inquilinato não se aplica à locação de vagas de garagem. Neste caso, a legislação que rege é o Código Civil. E, com isso, o prazo de locação pode ser mais curto, a retomada da vaga também tem tramite mais rápido e é mais fácil de lidar, já que os contratos são menos rigorosos”, explica.

Segundo Elias Filho, as vagas de garagem hoje são muito valorizadas, já que muita gente precisa delas e o valor de locação vai depender de uma série de fatores, mas no passado chegou a representar 50% da cota condominial.

Por se tratar de uma vaga de garagem, com segurança e a comodidade de estar dentro do edifício, normalmente o valor da locação é maior do que nos estacionamentos da mesma região.

No caso de prédios residenciais, a locação para condôminos é livre, mas se for para quem é de fora do prédio, vai precisar de autorização da convenção do condomínio, o que não ocorre nos edifícios comerciais.

Escreva um comentário