Mercado Imobiliário

Valorização de imóveis próximos a linha laranja do metrô apresentam reajuste de até 30%

Futura estação Vila Cardoso da linha Laranja (Foto: Divulgação)
Futura estação Vila Cardoso da linha Laranja (Foto: Divulgação)

Por enquanto a linha 6 – laranja do Metrô, em São Paulo, só existe na vontade da população. A inauguração deve acontecer apenas em 2025. Mas os imóveis das regiões que serão beneficiadas já estão valorizando.

“É normal que a valorização aconteça, tendo em vista as melhorias que o Metrô, principalmente em alguns pontos específicos, traz para o entorno. Mas isto está acontecendo, na área que engloba a linha laranja, acima do esperado e os preços se apresentam acima do mercado”, diz o diretor seccional da zona oeste do Creci-SP, Marcos Oscar Fontes.

A linha laranja irá da estação São Joaquim, perto do bairro da Liberdade, até o bairro Brasilândia, na zona norte da cidade. A linha integra a Bela Vista, Higienópolis, Perdizes e Pompéia, entre outros bairros. “Em alguns bairros os reajustes chegam a 30%”, relata Fontes. Segundo ele, em Perdizes, por exemplo, os imóveis subiram 20% – e a valorização vai continuar.

Fontes diz que os corretores podem fazer bons negócios. Mas muitos proprietários chamam os profissionais só para saber quanto o patrimônio está valorizando. “Isso começou a acontecer há aproximadamente seis meses. E cabe ao corretor explicar ao possível cliente que ele não deve ‘ir no embalo’ e colocar o preço lá em cima.

O reajuste do imóvel deve acontecer de forma embasada, levando em conta pesquisas de preços da região e melhorias”, lembra o especialista. Portanto, os corretores têm pela frente uma missão: explicar aos clientes que o reajuste acima dos parâmetros inflaciona o mercado.

Escreva um comentário