Mercado Imobiliário

Veja como preparar o e-mail marketing ideial

emailmkt

Chega um momento em que sua base de clientes começa a crescer e você precisa enviar e-mails para manter o relacionamento e oferecer novas oportunidades de negócios.

Separamos algumas dicas que vão melhorar a sua comunicação e o desempenho de seus e-mails:

Base de e-mails – Construa sua base, use e-mails de pessoas que você conheceu em seus atendimentos ou recomendações.

Isso é fundamental para que as mensagens sejam abertas e lidas. Comprar uma base aleatória na maioria das vezes é um péssimo negócio, pois há uma grande possibilidade das pessoas listadas não terem nenhum interesse na compra de imóveis.

Quanto mais qualificada for a sua base  – com pessoas interessadas em imóveis -, melhor.
Mantenha sua listagem sempre atualizada. Não esqueça de excluir as pessoas que pediram para serem retiradas e acrescentar os seus novos contatos.

Se possível, tenha mais informações sobre os seus clientes, como por exemplo: sexo, idade, cidade, estado, etc.. Isso permite você usar assuntos e temas mais relevantes para cada tipo de cliente.

Lembre-se: Separe a lista de seus amigos e outros contatos para que não recebam suas mensagens de ofertas.

Escolhendo um “Assunto”Crie assuntos interessantes e curiosos. Isso vai fazer o cliente abrir o seu e-mail. Tome cuidado para não frustrá-lo. Seja criativo, mas seja compatível com o conteúdo apresentado. Ex: “Ofertas para toda a sua família!” e conter somente ofertas de um dormitório. Isso causa frustração e dificilmente ele clicará novamente.

Se possível, use o nome de cada cliente. Existem ferramentas de disparo que possibilitam esta função de uma forma simples e rápida.

OPT-OUT – Deixe uma opção de descadastramento em seus e-mails. Apesar disto parecer algo negativo, deixará você muito mais assertivo em sua comunicação, pois apenas pessoas interessadas receberão a sua mensagem e ainda fará com que economize em seus custos, no caso de ferramentas de e-mails pagas, o disparo é precificado de acordo com a frequência e quantidade de nomes (e-mails).

É preciso tomar cuidado também com a quantidades de mensagens. O interessante é manter a média quinzenal ou no máximo semanal para que seus envios não sejam interpretados como “spam”.

Criando o e-mail – Caso seja para divulgar ofertas, tente criar grupos de pessoas com interesses semelhantes, assim facilitará o envio e a chance de agradá-los será bem maior. Ex: Ofereça imóveis com mais dormitórios para pessoas casadas e com filhos.

Seja um consultor imobiliário e não apenas um “vendedor” de imóveis, ajude o seu cliente a encontrar a melhor opção e faça com que ele confie em você. Responda as dúvidas e informe-o de como está o mercado imobiliário atualmente.

Evite usar muitas ou somente imagens. Muitas vezes elas são impedidas pelos servidores de e-mails, sendo necessária a autorização do cliente para “baixar imagens”. Esta situação pode comprometer seus resultados.

Lembre-se: Imagine o seu e-mail sem imagens, consegue entender a mensagem? Escreva os textos em “HTML”, pois mesmo que as fotos não sejam baixadas, o e-mail passará alguma mensagem.

Integre com as mídias sociais. Utilize botões para compartilhar as ofertas oferecidas, talvez o cliente conheça alguém em suas redes sociais que poderá ter interesse em comprar o imóvel em questão.

Evite arquivos e ou imagens pesadas, isso dificulta a abertura do e-mail. Caso seja necessários, utilize algum serviço de hospedagem e gere um link para direcionar o cliente.

Lembre-se: Sobre links, aproveite e coloque outros que possam ser de interesse ao seu cliente, como matérias interessantes e posts de seu blog, caso tenha um.

Seja objetivo. As pessoas normalmente não possuem muito tempo para a leitura, passe a mensagem desejada o mais rápido possível.

Enviando – Caso já tenha uma boa base de clientes, é importante que você comece a utilizar alguma ferramenta de envio de e-mail. O disparo “doméstico”, feito por e-mails comuns podem ser classificados como spam.

Escolha um serviço que ofereça a criação de e-mails responsivos, assim quem receber por mobile (celular, tablet, etc..) receberá sem nenhum erro ou incompatibilidade.

Dica: Data e horas são de extrema importância para ter um bom resultado. Seu e-mail pode ser perfeito, mas se for disparado em um momento inapropriado, não terá efeito esperado.

Evite o “Anti-Spam”. Muitas palavras não passam pelos filtros de spam dos provedores, uma solução é enviar alguns testes para contas em outros provedores e verificar seus recebimentos, caso tenha recebido em sua caixa de entrada, inicie o disparo para sua base.

Acompanhando os resultados – As métricas básicas para acompanhar o desempenho de seus e-mails são: Taxa de abertura (Quantidade de abertura / Quantidade de envios) e Quantidade de clicks nos links. Normalmente as ferramentas de envio de e-mail marketing oferecem estes dados.

Acompanhando estes resultados, você poderá melhorar os seus disparos, analisando o que é mais interessante para o cliente e se o assunto é algo relevante para ele.

Sempre faça testes, mude o assunto, o texto, as imagens e faça teste A e B para ter um melhor desempenho.

O teste A e B é utilizado para saber qual entre dois modelos é o que tem maior abertura ou cliques. Este teste normalmente é realizado da seguinte forma: A base é dividida ao meio, 2 e-mails são produzidos e enviados cada um para uma metade da base. Com isso conseguimos descobrir, qual foi o “melhor”.

Lembre-se: Continue testando e mensurando os resultados, apenas assim você manterá os bons resultados de suas ações de e-mail marketing.

Escreva um comentário