Mercado Imobiliário

Veja como seu cliente busca imóveis na internet

Em 2014, as buscas por imóveis na internet crescerem em torno de 10% em relação a 2013. A informação é de Igor Lima, gerente de vendas para o mercado imobiliário do Google Brasil.

Neste ano, as buscas por imóveis na internet crescerem em torno de 10% em relação a 2013 (Fotos: Shutterstock)
Neste ano, as buscas por imóveis na internet crescerem em torno de 10% em relação a 2013 (Fotos: Shutterstock)

Segundo ele, o mais impressionante é ver como os dispositivos móveis já se tornaram uma realidade para o consumidor de imóveis. “Até setembro deste ano, as buscas por meio de smartphones e tablets no Brasil cresceram 165% em relação ao ano passado.

Se, até então, o mercado imobiliário não tinha uma estratégia clara para o mobile, agora o próprio consumidor está forçando o mercado a se adaptar a essa nova demanda”, afirma.

Essa alta se deve basicamente a três fatores principais. O primeiro é o contínuo crescimento da base de brasileiros que têm acesso à internet. O segundo ponto, segundo Lima, é o amadurecimento do consumidor do mercado imobiliário, que está mais exigente e tem usado cada vez mais os mecanismos de buscas para encontrar o imóvel dos sonhos, a um preço acessível, por meio de um fornecedor que tenha uma imagem positiva no mercado.

Até o mês passado, as buscas por meio de smartphones e tablets no Brasil cresceram 165%
Até setembro deste ano, as buscas por meio de smartphones e tablets no Brasil cresceram 165% em relação ao ano passado

“O terceiro fator se deve ao próprio mercado imobiliário. As incorporadoras têm aumentado seus investimentos nos classificados e campanhas onlines, gerando reação positiva nos consumidores”, diz.

Lima informa que os 100 termos mais populares sobre imóveis são buscados, em média, 3 milhões de vezes ao mês. “É como se, a cada segundo, uma pesquisa como ‘comprar apartamento’, ‘imóveis’ ou ‘casas para alugar’ fosse feita no Brasil. Buscas como ‘apartamento de três quartos na Vila Olímpia longe da rota do avião’ mostram como o brasileiro sabe ser bem específico e criativo na hora de manifestar um interesse por imóveis ao realizar uma pesquisa”, avalia.

Mercado imobiliário

Lima afirma que é comum ver empresas do mercado que já têm mais de 30% das vendas provenientes da internet. O consumidor do mercado imobiliário está muito mais conectado e informado. Ele passa 20 horas por semana na internet, enquanto só lê três horas de jornal impresso; 60% dos compradores já assistem a vídeos no YouTube para encontrar mais informações sobre imóveis e um em cada quatro gosta de ouvir recomendações de amigos, parentes e especialistas nas redes sociais.

Escreva um comentário